grafico
grafico
Armando Castelar Pinheiro

Professor, UFRJ

Armando é professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), foi analista da Gávea Investimentos, pesquisador do IPEA e chefe do Departamento Econômico do BNDES, tendo lecionado nos programas de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e da Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV EPGE).

É membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, do Conselho Empresarial de Economia da FIRJAN e articulista dos jornais Valor Econômico e Correio Braziliense. Seus livros mais recentes são “Anatomia da Produtividade no Brasil” (2017, Ed. Elsevier, co-organizado com Regis Bonelli e Fernando Veloso) e “Regulação das Ferrovias” (2017, Ed. FGV, co-autorado com Leonardo Coelho).

É Ph.D. em Economia pela Universidade da Califórnia, Berkeley, bacharel em Engenharia Eletrônica pelo ITA, Mestre em Estatística pelo IMPA e em Administração de Empresas pela COPPEAD.

Armando é professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), foi analista da Gávea Investimentos, pesquisador do IPEA e chefe do Departamento Econômico do BNDES, tendo lecionado nos programas de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e da Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV EPGE).

É membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, do Conselho Empresarial de Economia da FIRJAN e articulista dos jornais Valor Econômico e Correio Braziliense. Seus livros mais recentes são “Anatomia da Produtividade no Brasil” (2017, Ed. Elsevier, co-organizado com Regis Bonelli e Fernando Veloso) e “Regulação das Ferrovias” (2017, Ed. FGV, co-autorado com Leonardo Coelho).

É Ph.D. em Economia pela Universidade da Califórnia, Berkeley, bacharel em Engenharia Eletrônica pelo ITA, Mestre em Estatística pelo IMPA e em Administração de Empresas pela COPPEAD.